Qual a diferença entre it’s e its?

Um erro muito comum entre estudantes de inglês (e até mesmo falantes nativos) é o uso de it’s e its. É incrível como muita gente se confunde com estas duas palavrinhas. No post de hoje espero acabar com esta dúvida e contribuir com o aprendizado de todos.

Para começar vamos ver o tal do it’s. Esta palavrinha aí, nada mais é do que a forma contrata [abreviada] do pronome “it” com o “is” [verbo be]. Ou seja, ao juntarmos “it is” temos “it’s”. É só isso! O significado de “it’s” depende do contexto. Veja as sentenças abaixo.

  • It’s really hot today. [Está quente pra caramba hoje]
  • It’s getting darker and darker. [Tá ficando cada vez mais escuro]
  • It’s the kinda thing I don’t like. [É o tipo de coisa da qual não gosto]
  • Look at this chair! It’s broken! [Olha pra essa cadeira! Tá quebrada!]

it's vs its

Mas, tenho de dizer ainda que it’s também é a forma abreviada de “it has”. Ou seja, pegamos o “has”, metemos um pontapé no “ha”, colocamos o apóstrofo [’] no lugar deles e deixamos assim ’s. Como saber então a diferença? Simples! Pelo contexto.

  • It’s hot in here. [Tá quente aqui]
  • It’s important to do things in the right way. [É importante fazer as coisas do jeito certo]
  • It’s got four buttons on it. [Tem quatro botões nele]
  • It’s been five years now. [Já se vão cinco anos]

Caso você não perceba a diferença, tudo bem. Tenho certeza absoluta que com o tempo você entenderá melhor isso. Afinal de contas, não dá para aprender tudo de uma só vez, não é verdade? Por enquanto, saiba que it’s é a forma abreviada tanto de “it is” quanto de  “it has

E o que dizer de “its”? Esta palavrinha aí costuma aparecer muito com o sentido de “seu”, “sua”, “seus” ou “suas”. Tudo dependerá do contexto. A melhor maneira de entender é com exemplos. Então, vamos a eles:

  • The plan has its merits. [O plano tem seus méritos]
  • Rio de Janeiro is famous for its beautiful beaches. [O Rio é conhecido por suas belas praias]
  • The hotel has its own pool. [O hotel tem sua própria piscina]

Vale dizer aqui que quando nos referimos a um animal cujo sexo é desconhecido então usamos “its”. Quando falamos também de um “bebê” [sem mencionar o sexo, claro] usamos “its” também. No entanto, nestes casos não precisamos traduzir o “its” na sentença:

  • The dog hurt its paw. [O cachorro machucou a pata]
  • The baby dropped its rattle. [O bebê deixou cair o chocalho]
  • Turn the box on its side. [Vire a caixa de lado]

 

Fonte: Inglês na Ponta da Língua