Irregular verbs: Como aprender os verbos irregulares

Irregular verbs

Quem nunca passou por isso, que atire a primeira pedra! As aulas de simple past (ou past simple, depende do material que usamos) estão indo muito bem, obrigada. Isso porque ainda estamos nos verbos regulares. Chegou a hora da verdade! Lá vamos nós para os verbos irregulares. No momento em que os alunos descobrem que, a partir de agora, não basta acrescentar o -ed ao verbo, chovem reclamações. “Como assim, vou ter que decorar esta lista toda?”, “Eu nunca vou conseguir lembrar de tudo isso!”, “Por que é assim?” e, do meu ponto de vista, o comentário mais surpreendente e engraçado: “Não gostei. Pronto.”

Sinto muito, queridíssimos alunos, mas não adianta gostar ou não gostar. Não vai fazer a mínima diferença para cerca de 500 milhões de falantes – eles não vão mudar as regras gramaticais só porque não gostamos disso ou daquilo. Mas vai fazer uma diferença enorme para o seu aprendizado, pois uma postura “defensiva” faz com que a assimilação se torne mais penosa, sofrida, lenta, difícil. Então o primeiro passo é aceitar como o idioma funciona. A partir daí, tudo fica mais fácil.

Professores são, em grande parte, “psicólogos”, por assim dizer. Portanto, muito pode ser feito nesse momento. A abordagem que é dada pode ajudar o aluno a encarar de modo mais natural o aprendizado dos verbos irregulares. Eu sei que, geralmente, os alunos recebem uma longa lista de verbos irregulares, que deve ser memorizada para a prova. Sei também que, depois das avaliações, com frequência os alunos não conseguem lembrar dessa enfadonha lista. Então, que tipo de motivação pode ser dada?

Em primeiro lugar, contexto! Em segundo, contexto! E em terceiro, também! Aliás, contexto sempre! Tudo faz mais sentido. Especialmente se os alunos usarem os verbos no passado para falar de si próprios. Que tal um pequeno relato, em forma de diário, sobre as atividades que você e outras pessoas da sua família fizeram ontem? Um álbum fotográfico também ajuda: recordações de infância, cheias de memórias afetivas, fixam melhor o novo vocabulário. Ainda contextualizando, existem várias canções que focam no passado. Use e abuse delas! Música tem elementos fantásticos para o aprendizado: além de trabalhar a pronúncia e vocabulário, ela permanece na memória. Garanto que você ainda sabe cantar aquilo que aprendeu quando criança! O mesmo vai se aplicar aos verbos irregulares que estejam nas suas canções favoritas em inglês!

Finalmente, lembre-se de que, para a comunicação oral, “mais vale um pássaro na mão do que dois voando”. Um diálogo no qual aparecem, de vez em quando, formas de verbos usadas erroneamente é mais efetiva e natural do que uma conversa cheia de “uuuhhhmm”, “eeehhhhh”, “ãããããnn” ou, ainda pior, longas pausas enquanto se busca a palavra. Se você não se lembra, de forma nenhuma, da forma do verbo irregular no passado, simplesmente fale o infinitivo do verbo e siga a comunicação (e assim que terminar o bate-papo, saia correndo para um dicionário para descobrir como dizer aquilo), ou pergunte ao seu interlocutor.

Mas, para dar uma última ajudinha, que tal aprender os verbos irregulares por semelhanças na pronúncia ou na escrita? Dessa forma, você “otimiza” o uso da sua memória. Lembre-se de que estudar um pouco todos os dias é mais eficiente do que tentar memorizar uma lista gigantesca de uma só vez.

Vamos lá, então? Claro que esta lista não tem a pretensão de ser completa, mas apenas facilitar um pouco, através do agrupamento dos verbos por similaridade fonética ou ortográfica. Por questões práticas, a tabela já vai com o SIMPLE PAST e o PAST PARTICIPLE. Bons estudos!

BASE FORM

SIMPLE PAST

PAST PARTICIPLE

GRUPO I: TRÊS FORMAS IGUAIS

BET BET BET
CAST CAST CAST
LET LET LET
SET SET SET
SPREAD SPREAD SPREAD
WED WED WED
WET WET1 WET1
     
BID BID BID
FIT FIT2 FIT2
HIT HIT HIT
QUIT QUIT QUIT
RID RID3 RID3
SPLIT SPLIT SPLIT
     
COST COST COST
     
BURST BURST BURST
HURT HURT HURT
SHUT SHUT SHUT
CUT CUT CUT
     
PUT PUT PUT
     

GRUPO II: SIMPLE PAST = PAST PARTICIPLE

     
BUY BOUGHT BOUGHT
BRING BROUGHT BROUGHT
CATCH CAUGHT CAUGHT
FIGHT FOUGHT FOUGHT
SEEK SOUGHT SOUGHT
TEACH TAUGHT TAUGHT
THINK THOUGHT THOUGHT
     
FEEL FELT FELT
KNEEL KNELT KNELT
MEET MET MET
KEEP KEPT KEPT
SLEEP SLEPT SLEPT
SWEEP SWEPT SWEPT
WEEP WEPT WEPT
     
BLEED BLED BLED
FEED FED FED
LEAD LED LED
LEAVE LEFT LEFT
READ READ READ
     
SELL SOLD SOLD
TELL TOLD TOLD
     
DIG DUG DUG
STRIKE STRUCK STRUCK
STICK STUCK STUCK
     
DEAL DEALT DEALT
LEAP LEAPT LEAPT
MEAN MEANT MEANT
     
CLING CLUNG CLUNG
FLING FLUNG FLUNG
STING STUNG STUNG
SWING SWUNG SWUNG
SPIN SPUN SPUN
     

GRUPO III: BASE FORM = PAST PARTICIPLE

     
COME CAME COME
RUN RAN RUN
   

GRUPO IV: TRÊS FORMAS DIFERENTES

     
DRINK DRANK DRUNK
SINK SANK SUNK
STINK STANK STUNK
SHRINK SHRANK SHRUNK
RING RANG RUNG
SING SANG SUNG
SPRING SPRANG SPRUNG
SWIM SWAM SWUM
     
BREAK BROKE BROKEN
WAKE WOKE WOKEN
SPEAK SPOKE SPOKEN
STEAL STOLE STOLEN
FREEZE FROZE FROZEN
WEAVE WOVE WOVEN
CHOOSE CHOSE CHOSEN
SHAKE SHOOK SHAKEN
TAKE TOOK TAKEN
FORGET FORGOT FORGOTTEN
     
DRIVE DROVE DRIVEN
RIDE RODE RIDDEN
RISE ROSE RISEN
STRIVE STROVE STRIVEN
WRITE WROTE WRITTEN
     
BLOW BLEW BLOWN
GROW GREW GROWN
KNOW KNEW KNOWN
THROW THREW THROWN
     
BEAR BORE BORN
SWEAR SWORE SWORN
TEAR TORE TORN
WEAR WORE WORN
     
BITE BIT BITTEN
HIDE HID HIDDEN
     
também wetted, wetted
também fitted, fitted
também ridded, ridded

 

Fonte: Tecla SAP