Você conhece o Boxing Day?

Nos últimos dias vocês devem ter visto nos noticiários notas a respeito de um evento chamado Boxing Day. Esse dia nada tem a ver com o esporte ou a luta Boxe! E sim com uma celebração pós-natalina. Em países como Inglaterra, País de Gales, Canadá, Austrália, Irlanda, Hong Kong, Nova Zelândia e ainda outros pertencentes à Comunidade de Nações (Commonwealth), Boxing Day é o primeiro dia útil após o Natal – geralmente dia 26, exceto quando o Natal cai em um sábado, nesse caso, o Boxing Day pode ser no dia 27 de dezembro. A data é um feriado oficial em alguns países, como Inglaterra, por exemplo, e muitas pessoas aproveitam para descansar e se recuperar dos excessos das festividades natalinas saindo para caminhar, assistindo esportes (principalmente futebol e corridas de cavalos), passando tempo com a família, amigos e vizinhos. Mas não são todos que preferem descansar… Para os mais religiosos, o Boxing Day remete ao St. Stephen’s Day, para os menos ortodoxos, é uma ocasião para aproveitar grandes descontos e liquidações. É isso mesmo! Assim como o Black Friday ou Super Saturday nos EUA, o dia 26 de dezembro é famoso por oferecer a preços significativamente mais baixos, produtos como roupas, sapatos, acessórios e eletrônicos. É uma liquidação de tudo que não foi vendido até o Natal. Uma espécie de “queima de estoque”. Então, muitas pessoas encaram longas filas madrugada adentro para aproveitar as estrondosas promoções. As lojas geralmente abrem cedo para receber aqueles que adiaram as compras de Natal a fim de aproveitar as pechinchas desse dia! Imagine só: 50%, 70% ou até 90% de desconto? Uau! Veja nos vídeos o momento de abertura de uma loja:

Interessante lembrar a origem do Boxing Day. Há muitos anos era comum deixar uma caixinha em frente às igrejas para que ali fossem arrecadadas doações para os mais pobres. Após o Natal a caixa era aberta e o dinheiro distribuído aos mais necessitados. Anos depois a mesma ideia foi implementada entre servidores públicos e empregados em geral: a famosa “caixinha”. Até hoje é comum vermos por aí a “caixinha do porteiro”, “caixinha dos garçons”, “caixinha dos carteiros”, etc.

sales

E vocês aí, gostariam que o Boxing Day, assim como o Black Friday, virasse um costume também brasileiro?

boxing day

Aqui está a nossa ‘Black Friday’.

Conforme anunciado anteriormente, a ‘Black Friday‘ também chegou na FS Consultoria.

Agora você pode adquirir um pacote de 4 horas presenciais com 20% de desconto. Pague com Paypal, a forma mais segura de pagamento online do mundo.

Esta promoção será valida para pagamentos até 01/12/2013 (Domingo).

REGRAS:

Essas 4 horas podem ser divididas em 4 aulas de 1 hora cada ou 2 aulas de 2h (aulas apenas na cidade do Rio de Janeiro – zonas sul e norte e centro). A pessoa que adquirir esse pacote poderá usá-lo até o fim de Janeiro de 2014, contando que agende as aulas com 1 semana de antecedência. Caso haja necessidade de remarcação da aula, terá que ser feito com 24 horas de antecedência, senão a aula será considerada dada. Uma mesma aula só pode ser remarcada uma vez.

 

A PROMOÇÃO SE ENCERROU ÀS 0:00 h de hoje. Agradecemos a todos que participaram. Entraremos em contato com vocês ainda hoje (02/12/13).

O que significa “black Friday”?

Vocês já devem ter visto vários sites anunciando uma certa “Black Friday” principalmente lá nos Estados Unidos (e a moda está pegando aqui no Brasil). No Facebook e Twitter começou a aparecer isso aos montes em forma de anúncios pagos. Foi aí que muita gente resolveu perguntar o que é essa tal de “black Friday” e qual a origem da expressão.

Para começar, saiba que “Black Friday” não tem nada a ver com macumba, bruxaria, mau agouro, etc. No caso aqui, é até uma coisa boa. Enfim, boa para quem adora promoções, descontos, preços baixos e coisas assim! Pois, na “Black Friday” grandes lojas vendem produtos com descontos incrivelmente incríveis (desculpe-me, mas usei isso para dar ênfase mesmo!).

Nos Estados Unidos, o dia de Ação de Graças (Thanksgiving Day) é sempre celebrado na quarta quinta-feira do mês de novembro; já o dia seguinte ao Thanksgiving Day é chamado de Black Friday”. Trata-se do dia no qual lá nos Estados Unidos o período de compras natalinas tem início. Portanto, toda sexta-feira após o Thanksgiving Day é o que eles chamam de Black Friday.

O curioso é que lá nos States, embora não seja um feriado nacional, várias empresas americanas dispensam os funcionários só para que eles aproveitem as promoções e descontos oferecidos. É um negócio de louco. Aqui no Brasil as grandes lojas resolveram adotar o costume americano e fazer o mesmo: oferecer descontos incríveis para dar aquele pontapé no período de compras para o Natal.

Sobre a origem do termo Black Friday há duas teorias possíveis. A primeira diz que as pessoas iam de carro até o centro da cidade de Filadélfia para fazer suas compras. Essa invasão de carros deixava marcas escuras nas ruas do centro da cidade, os policiais ficavam loucos tentando controlar o trânsito (carros, pedestres, bicicletas, charretes, etc.) e, portanto, eles – os policiais – começaram a chamar essa sexta-feira de “black Friday”.

Outra teoria diz que “Black Friday” está relacionada às cores usadas para registrar as perdas e ganhos nos registros contábeis de um comércio. Assim, a cor vermelha era (e ainda é) usada para representar as perdas. É daí que vem a expressão “estar no vermelho” (be in the red). Já a cor “preta” (black) era usada para indicar os ganhos. Como nesse dia de abertura das compras natalinas, os comerciantes registravam mais ganhos que perdas, eles a chamavam de “Black Friday”.

Aguardem a “Black Friday” da FS. Vocês não resistirão aos descontos!

black friday

 

Fonte: Inglês na Ponta da Língua